O Técnico/Auxiliar de Ação Educativa é um profissional fundamental que colabora com o Educador na promoção de uma educação de qualidade para todos.

As suas funções passam por:

“Cuidar, apoiar, vigiar e acompanhar crianças e jovens sob a orientação de outros profissionais, apoiando o planeamento, organização e execução de atividades do quotidiano, de tempos livres e ou pedagógicas, contribuindo para o desenvolvimento integral e bem-estar das crianças e jovens, no respeito pelos princípios de segurança e deontologia profissional” (ANQEP). 

Por isso, estes profissionais devem ter um papel ativo no processo educativo e na construção de um ambiente educativo inclusivo e acolhedor.

Dica ChildDiary

Os clientes ChildDiary tiveram acesso e podem rever a sessão de formação contínua – Academia ChildDiary “Sou técnico/auxiliar de ação educativa. E agora?” e aprender mais sobre o perfil profissional de assistente na ChildDiary!

Atitudes Essenciais para o Técnico/Auxiliar de Ação Educativa: Construindo um Perfil Profissional de Sucesso

O Técnico/Auxiliar de Ação Educativa, para além das competências técnicas e conhecimentos específicos da área que possui, deve cuidar das atitudes que norteiam a sua intervenção e que contribuem para o bem-estar das crianças e dos adultos com quem trabalha.

Atitudes essenciais (ANQEP):

  1. Respeitar os aspetos éticos e deontológicos da profissão.
  2. Comunicar de forma clara, precisa, persuasiva e assertiva.
  3. Demonstrar estabilidade emocional e autocontrolo.
  4. Demonstrar segurança e confiança.
  5. Demonstrar capacidade de observação.
  6. Trabalhar em equipa.
  7. Estabelecer relações interpessoais empáticas.
  8. Demonstrar capacidade de gestão de conflitos.
  9. Agir em conformidade com regras sociais de conduta.
  10. Estimular a autonomia nas crianças e jovens

Sente que pode melhorar algum destes aspetos na sua prática profissional? Identifique-o e proponha à sua equipa formação contínua nessa área.

Já conhece a ChildDiay Webinars? É uma plataforma de formações gravadas por especialistas sobre Educação de Infância e Saúde Infantil.

Todas as formações incluem certificado para que possa comprovar a sua participação!

Investir no desenvolvimento das suas atitudes é fundamental para se torne um profissional completo e eficaz, capaz de fazer a diferença na vida das crianças e da comunidade educativa.

Conheça o perfil profissional, definido pela ANQEP.

O que dizem os documentos referência sobre o trabalho em equipa

Tanto as Orientações Pedagógicas para Creche (OPC), quanto as Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar (OCEPE), reconhecem a importância da colaboração entre educadores e técnicos/auxiliares para a construção de uma prática educativa de qualidade.

Os documentos referência, baseados num conjunto de fundamentos e princípios da pedagogia para a Infância que apoiam a ação pedagógica, destacam que a parceria entre educador e técnico/auxiliar deve basear-se em aspetos como:

  • Comunicação clara e aberta: Os profissionais devem manter uma comunicação constante, trocando informações acerca de cada criança e do grupo. Para isso, devem existir reuniões regulares.
  • Respeito mútuo e valorização das diferenças: É fundamental que os profissionais reconheçam e valorizem os diferentes contributos que cada um pode oferecer à equipa, promovendo uma comunidade educativa onde todos aprendem e crescem juntos.
  • Confiança e trabalho colaborativo: A colaboração exige confiança entre os profissionais, que devem estar dispostos a trabalhar juntos para garantir a qualidade da ação educativa e, por sua vez, o bem-estar de bebés e crianças. 
  • Reflexão crítica sobre a prática: Os profissionais devem envolver-se num processo contínuo de reflexão crítica sobre sua prática, procurando sempre melhorar o seu trabalho.
  • Responsabilidade partilhada: Todos os profissionais são responsáveis pelo sucesso da aprendizagem das crianças.

Os dois documentos também apresentam algumas sugestões que podem ser utilizadas para promover a reflexão entre educadores e técnicos/auxiliares.

Dica ChildDiary

Crie um registo na ChildDiary e transcreva algumas questões para reflexão em equipa. Registe por escrito a conversa, assinalando as decisões e compromissos de todos.

Ao seguir as orientações das OPC e das OCEPE, num contínuo processo de reflexão e adequação da ação educativa quotidiana, os profissionais podem garantir um ambiente educativo de qualidade para todos (crianças, equipa e famílias).

Teresa Gonçalves

Educadora e Especialista de Apoio ao Cliente

Tenha acesso a conteúdos pedagógicos semanais, formação contínua gratuita, tertúlias e muito mais!

Preencha o questionário para saber mais sobre as vantagens atuais de implementar a ChildDiary